CAFÉ (BAR) de Spiro Scimone

cafe_a CAFÉ de Spiro Scimone
Tradução Alessandra Balsamo e Jorge Silva Melo Com Américo Silva e Miguel Borges Cenografia e figurinos Rita Lopes Alves, Rosa Gonçalves, José Manuel Reis Luz Pedro Domingos Um trabalho de Américo Silva e Miguel Borges com a colaboração de Joana Bárcia.

Estreia Espaço A Capital/ Teatro Paulo Claro, 3 de Janeiro de 2002

O texto, juntamente com NUNZIO e A FESTA, está publicado nos LIVRINHOS DE TEATRO, Volume 1 dos Artistas Unidos

Os quatro dias cruciais da vida de dois homens banais. Escondidos nas traseiras de um cafézito, um deles sonha com a gestão do comércio, o outro anda metido com uns mafiosos. O dinheiro sujo de um deles poderia apoiar o sonho sujo do outro, mas as suas motivações são bem diferentes. Em comum têm a ignorância e uma total incapacidade de acção. Um jogo não previsível, rápido e impiedoso que oscila entre a crueldade de um Pinter, o cómico metafísico de um Beckette e a rudeza poética de um Fassbinder. Um escrita singular, poderosa, áspera e rústica.

"Para nós, o problema do teatro não é não se saber falar, é antes do mais, não saber ouvir. Se não sabes ouvir, não sabes falar"
Spiro Scimone

cafe_bNuma Sicília dir-se-ia que inventada por Pinter, nascem os textos elementares e misteriosos de Spiro Scimone e por ele representados com Francesco Sframeli Deste teatro irresistívelmente cómico na sua rigorosa seriedade, nasce um grito de loucura. É um teatro baseado na observação objectiva do paradoxo quotidiano como muitos dos inesquecíveis gags do cinema mudo. Mas tudo misturado numa atmosfera de filme muito negro.
Franco Quadri

Spiro Scimone sabe perfeitamente como definir o íntimo. Com um gesto. Não aponta o coração mas une as mãos por cima da barriga como se aí estivesse uma energia secreta, ardente. "É aqui, diz no dialecto de Messina, la bucca dell´anima, a voz da alma".
Jean-François Perrier Le Monde

"Américo Silva e Miguel Borges são os dois actores e criadores do espectáculo, notáveis na construção de personagens que, com poucas palavras, nenhuma capacidade de acção e um grau de instrução mais do que rudimentar nos transportam para univrsos cujo rigor e aparente simplicidade recobrem uma dimensão difícil de descrever, mas abismal como um texto de Beckett ou um quadro de Chirico"
João Carneiro, Expresso, 26 de Janeiro de 2002

"Uma pequena jóia. É no contraste absurdo entre a tragédia e o humor, entre a derrota e a esperança que está o génio de Scimone"
José Couto Nogueira, O Independente, 11 de Janeiro de 2002

As interpretações de Américo Silva e Miguel Borges são de molde a deixar-nos de olhos abertos e ouvidos atentos para não deixar escapar nada do que se passa no palco - nem uma palavra, nem um gesto."
Ana Maria Ribeiro, Correio da Manhã. 3 de Janeiro de 2002

Teatro da Politécnica

retrato prog RETRATO DE MULHER ÁRABE QUE OLHA O MAR
de 31 de Outubro a 8 de Dezembro
oteatro joaovieira prog VOLTAR A VER O JOÃO (VIEIRA)
de 31 de Outubro a 8 de Dezembro
A NOITE ANTES DA FLORESTA de Bernard Marie Koltes prog A NOITE ANTES DA FLORESTA
de 12 a 15 de Dezembro
e DIFiCIL PRA MIM DANÇAR fotografia Alipio Padilha prog É DIFÍCIL P’RA MIM DANÇAR
de 19 a 29 de Dezembro
O FILHO de Jon Fosse prog O FILHO
a 4 e 5 de Janeiro
as claras prog ÀS CLARAS um seminário dos Artistas Unidos
2019 Janeiro / Fevereiro e Maio / Julho

Bilheteira

3ª a Sáb. das 17h00 até ao final do espectáculo

Preços:
Normal | 10 Euros
Descontos | estudantes | – 30 | + 65 | Grupos >10 | Protocolos | Profissionais do espectáculo | Dia do espectador (3ª) - 6 Euros

Bilhetes à venda

No Teatro da Politécnica, Reservas | 961960281, 212473972, www.bol.pt, Fnac, Worten, CTT, El Corte Inglês, Pousadas da Juventude, Serveasy, Pagaqui. Para INFORMAÇÕES/RESERVAS: Ligue 1820 (24 horas).

E fora da Politécnica

DO ALTO DA PONTE 2 prog DO ALTO DA PONTE
No Teatro Nacional de S. João de 8 a 25 de Novembro
No Teatro Aveirense a 30 de Novembro
Na Póvoa de Varzim, no Cine-Teatro Garret a 1 de Dezembro
No S. Luiz Teatro Municipal de 10 a 27 de Janeiro de 2019
Em Faro, no Teatro das Figuras a 31 de Janeiro de 2019
No Teatro Municipal de Almada a 9 e 10 de Fevereiro de 2019
Em Setúbal, no Fórum Municipal Luísa Todi a 16 de Fevereiro de 2019
Em Viana do Castelo, no Teatro Municipal Sá de Miranda a 16 de Março de 2019
fragil 1 prog FRÁGIL
Nas Caldas da Rainha, no Teatro da Rainha a 15 de Novembro às 21h30
fernando lemos prog FERNANDO LEMOS. Como, não é retrato?
Em Coimbra, no Caminhos Film Festival, Mini-Auditório Salgado Zenha a 30 de Novembro, às 18h00

EM VOZ ALTA prog EM VOZ ALTA os nossos poetas
a voz dos poetas prog A VOZ DOS POETAS
12 de Novembro Luís Vaz de Camões por Jorge Silva Melo
Biblioteca da Imprensa Nacional (Rua da Escola Politécnica)

Livrinhos de Teatro

assinaturas2019

Assinaturas Livrinhos de Teatro 2019

Assinar »»

Subscrever Newsletter