4.48 PSICOSE de Sarah Kane

psicose_a 4.48 PSICOSE de Sarah Kane
Tradução
de Pedro Marques Com Gracinda Nave e Miguel Borges Encenação João Fiadeiro  Assistência de encenação Pedro Marques  Cenário e figurinos Rita Lopes Alves, Isabel Nogueira, José Manuel Reis  Luz Pedro Domingos Som André Pires

Estreia no Espaço A Capital/ Teatro Paulo Claro - 18 de Outubro de 2001

O TEATRO COMPLETO de Sarah Kane está publicado pela Campo das Letras

4.48 Psicose é um aglomerado de fragmentos que vão sendo esculpidos e justapostos: diálogos médico/doente, monólogos que registam a depressão, listas de remédios, de verbos, de números, explosões líricas. Todo o texto é uma tentativa de descobrir uma razão para fugir às 4 e 48: o suicídio, a hora da claridade. A hora da acção. A hora da decisão.

psicose_b4.48 Psicose não é a carta de uma pessoa para outra pessoa mas sim uma peça, prevista para ser representada por pelo menos um e provavelmente mais actores. A mente, que é o sujeito dos fragmentos da peça, é a mente psicótica. Uma mente que é da autorae que é também mais que a da autora. É uma mente que, pela forma aberta da peça, deixa o público entrar e reconhecer-se lá dentro. A voz da peça entra na terapia e na infinita medicação, nenhuma delas consegue aliviar o sofrimento, fala com o médico usando uma inteligência sardónica. A comédia negra desta descrição de drogas prescritas e negligenciáveis efeitos secundários faz-me lembrar Lear na charneca exigindo o impossível do seu farmacêutico: "adoça a minha imaginação."
David Greig

O texto, que tem uma explícita construção poética, "queima" na síntese lírica uma procura existencial complexa e dolorosa e radiografa um progressivo alheamento do mundo, marcado por afirmações categóricas de emoções e por catálogos de psicofármacos, que dão o ritmo a uma descida ao abismo da loucura e à rejeição progressiva do próprio conceito de cura, num isolamento terrível (.).
Luca Scarlini

"Um texto que faz mover as palavras entre a vida e a morte. Um encenador que encontrou esse movimento. E dois actores que são o corpo do que estão a dizer. (.) Só vi uma fotografia de Sarah Kane, meio desfocada, de que já não me lembro bem. Depois de 4.48 vejo-a assim, como Gracinda Nave, de vestido branco, quase incorpórea, falando como se já não estivesse aqui. E não consigo ver outra actriz a dizer aquelas palavras. Também é isso o teatro."
Alexandra Lucas Coelho. Público

Teatro da Politécnica

monica coelho prog ARTISTA DO MÊS
Mónica Coelho
a vertigem dos animais prog A VERTIGEM DOS ANIMAIS ANTES DO ABATE
de 13 de Setembro a 28 de Outubro
xana labirintoX001 prog LABIRINTO X001
de 13 de Setembro a 28 de Outubro
jardim zoologico de vidro 10 prog JARDIM ZOOLÓGICO DE VIDRO
de 8 a 18 de Novembro

Bilheteira

3ª a Sáb. das 17h00 até ao final do espectáculo

Preços:
Normal | 10 Euros
Descontos | estudantes | – 30 | + 65 | Grupos >10 | Protocolos | Profissionais do espectáculo | Dia do espectador (3ª) - 6 Euros

Bilhetes à venda

No Teatro da Politécnica, Reservas | 961960281, www.ticketline.sapo.pt, Fnac, Worten, C. C. Dolce Vita, El Corte Inglês, Casino Lisboa, Galeria Comercial Campo Pequeno, Lojas Viagens Abreu e INFORMAÇÕES/RESERVAS: Ligue 1820 (24 horas).

E fora da Politécnica

jogadores de pau miro prog JOGADORES de Pau Miró
Na RTP2, 23 de Setembro às 22h00
jardim zoologico de vidro 10 prog JARDIM ZOOLÓGICO DE VIDRO
Na Guarda, no Teatro Municipal da Guarda a 4 de Novembro
Em Estarreja, no Cine-Teatro de Estarreja a 2 de Dezembro
Em Ponte de Lima, no Teatro Diogo Bernardes a 8 de Dezembro
a arte em imagens 1 A ARTE DAS IMAGENS
De janeiro de 2017 a janeiro de 2018 nos primeiros domingos de cada mês, às 15h30, a Fundação Arpad Szenes - Vieira da Silva exibe os filmes produzidos pelos Artistas Unidos sobre artistas plásticos.

Livrinhos de Teatro

assinaturas 2018 fundo

Assinaturas Livrinhos de Teatro 2018

Assinar »»

Subscrever Newsletter