CAMILO PESSANHA

Camilo Pessanha nasceu em Coimbra, em 1867. Foi um dos principais impulsionadores da poesia simbolista em Portugal. No final da década de 1880 publica os seus primeiros poemas, enquanto estudante de Direito na Universidade de Coimbra, recusando a estética romântica vigente. Publicou em jornais e revistas, colaborando em números tais como Atlântida (1915-1920), Ave Azul (1899-1900) e Contemporânea (1915-1926). Foi procurador régio em Mirandela, exerceu advocacia em Óbidos e, em 1894, parte para Macau, onde foi professor de Filosofia. O seu único título publicado em vida, Clepsidra (1920), é considerado um dos grandes livros da poesia portuguesa moderna. Morreu em Macau, em 1926.

Teatro da Politécnica

Bilheteira

3ª a Sáb. das 17h00 até ao final do espectáculo

Preços:
Normal | 10 Euros
Descontos | estudantes | – 30 | + 65 | Grupos >10 | Protocolos | Profissionais do espectáculo | Dia do espectador (3ª) - 6 Euros

Bilhetes à venda

No Teatro da Politécnica, Reservas | 961960281, 212473972, www.bol.pt, Fnac, Worten, CTT, El Corte Inglês, Pousadas da Juventude, Serveasy, Pagaqui. Para INFORMAÇÕES/RESERVAS: Ligue 1820 (24 horas).

E fora da Politécnica

a voz dos poetas prog A VOZ DOS POETAS
Biblioteca da Imprensa Nacional (Rua da Escola Politécnica)

20 de Maio – Pedro Tamen por Jorge Silva Melo e Luís Lucas
23 de Setembro – Mário Cesariny por Maria João Luís e Jorge Silva Melo
11 de Novembro – José Gomes Ferreira por João Meireles (distribuição em curso)

EM VOZ ALTA prog EM VOZ ALTA
os nossos poetas leituras de poesia portuguesa pelos Artistas Unidos

Livrinhos de Teatro

K 124 Enda W

BALLYTURK
de Enda Walsh
Livrinhos de Teatro nº 124 Artistas Unidos/Cotovia

Livraria online »»

Subscrever Newsletter