PAULO CLARO

paulo_claro_aTerminou em 1993 a Escola do Centro Cultural de Évora tendo-se estreado em Da Manhã à Meia Noite de Georg Kaiser (encenação de Valentim Lemos), após o que, continuando no Centro Dramático de Évora, interpretou o Auto da Lusitânia de Gil Vicente (encenação de Mário Barradas), Seis Rapazes, Três Raparigas de Jorge Silva Melo, Cornos de D. Friolera de Valle-Inclán (encenação de Alvarez Osorio) e O Barbeiro de Sevilha de Beaumarchais (encenação de Luís Varela). Fez no Teatro Experimental do Porto A Paixão do Jardineiro de Jean Pierre Sarrazac (encenação de Fernando Mora Ramos). No Teatro da Malaposta integrou o elenco de Traduções de Brian Friel (enc.: Antonino Solmer). Trabalhou com Jean Jourdheuil em Germania 3 de Heiner Müller e com Rosa Coutinho Cabral em O Príncipezinho de Saint-Exupéry. Estreou-se no cinema em Unexpected (C.M.) de Vítor Moreira e participou em António, Um Rapaz de Lisboa de Jorge Silva Melo. Na televisão participou em Camilo e Filho e em O Diário de Maria. Na Glória do Ribatejo fundou o grupo de teatro Os Rapazes da Aldeia com quem encenou Desencosta-te da Parede estreado na Casa do Povo da Glória do Ribatejo a 21 de Abril de 2000. Paulo Claro morreu na madrugada de 5 de Maio de 2001 num acidente de estrada perto da Glória do Ribatejo. Ensaiava nessa altura o papel de Merik em Na Estrada de Anton Tchékhov com encenação de Jorge Silva Melo e estreia prevista para 17 de Maio n´a Capital.

Nos Artistas Unidos:
1995 - ANTÓNIO, UM RAPAZ DE LISBOA de Jorge Silva Melo, encenação de Jorge Silva Melo (Fundação Calouste Gulbenkian).
1996 - PROMETEU-RASCUNHOS de Jorge Silva Melo, encenação de Jorge Silva Melo (Festival de Almada); O FIM OU TENDE MISERICÓRDIA DE NÓS de Jorge Silva Melo, encenação de Jorge Silva Melo (Culturgest).
1997 - PROMETEU - RASCUNHOS de Jorge Silva Melo, encenação de Jorge Silva Melo (Teatro da Comuna); PROMETEU AGRILHOADO/ LIBERTADO de Jorge Silva Melo, encenação de Jorge Silva Melo (Teatro da Trindade); NUM PAÍS ONDE NÃO QUEREM DEFENDER OS MEUS DIREITOS, EU NÃO QUERO VIVER de Jorge Silva Melo (Festival X - Espaço Ginjal).
1998 - A TRAGÉDIA DE CORIOLANO de Shakespeare, encenação de Jorge Silva Melo (Rivoli Teatro Municipal do Porto); A QUEDA DO EGOÍSTA JOHANN FATZER de Bertolt Brecht, encenação de Jorge Silva Melo (Teatro Variedades); Leitura de A DECISÃO de Bertolt Brecht (Universidade de Évora).
1999 - NA SELVA DAS CIDADES de Bertolt Brecht, encenação de Jorge Silva Melo (Teatro da Comuna); TORQUATO TASSO de Goethe, encenação de Jorge Silva Melo (Fundação Calouste Gulbenkian).
2000 - VAI VIR ALGUÉM de Jon Fosse, encenação de Solveig Nordlund (A Capital Teatro Paulo Claro); NÃO SEI de Miguel Borges (A Capital Teatro Paulo Claro); O NAVIO DOS NEGROS de Jorge Silva Melo, encenação de Jorge Silva Melo (Culturgest); RUÍNAS de Sarah Kane. encenação de Jorge Silva Melo e Paulo Claro (A Capital Teatro Paulo Claro).
2001
- PRIMEIRO AMOR de Samuel Beckett, um trabalho de Miguel Borges (A Capital Teatro Paulo Claro); LONGE de Rui Guilherme Lopes, encenação de Pedro Carraca (A Capital Teatro Paulo Claro).

Teatro da Politécnica

Bilheteira

3ª a Sáb. das 17h00 até ao final do espectáculo

Preços:
Normal | 10 Euros
Descontos | estudantes | – 30 | + 65 | Grupos >10 | Protocolos | Profissionais do espectáculo | Dia do espectador (3ª) - 6 Euros

Bilhetes à venda

No Teatro da Politécnica, Reservas | 961960281, www.bol.pt, Fnac, Worten, CTT, El Corte Inglês, Pousadas da Juventude, Serveasy, Pagaqui. Para INFORMAÇÕES/RESERVAS: Ligue 1820 (24 horas).

E fora da Politécnica

fragil 1 prog FRÁGIL
Em Sobral de Monte Agraço, no CineTeatro Sobral a 28 de Abril
Em Sintra, no Chão de Oliva a 4 e 5 de Maio
Em Aveiro, no Teatro Gretua a 8 e 9 de Junho

O Teatro da Amante Inglesa prog O TEATRO DA AMANTE INGLESA
Nas Caldas da Rainha, no Teatro da Rainha a 20 e 21 de Abril
Em Évora, n’A Bruxa Teatro a 11 e 12 de Maio
Em Alverca, no Teatro Estúdio Ildefonso Valério a 26 de Maio
Em Setúbal, no Fórum Luísa Todi a 29 de Agosto
a voz dos poetas prog A VOZ DOS POETAS
Na Biblioteca da Imprensa Nacional
7 de Maio - Gomes Leal por Jorge Silva Melo e Manuel Wiborg
fernando lemos prog FERNANDO LEMOS - como? Não é retrato?
de Jorge Silva Melo
Na RTP2, 9 de Maio às 23h15
EM VOZ ALTA prog EM VOZ ALTA os nossos poetas

Livrinhos de Teatro

capa115

O TEATRO DA AMANTE INGLESA
de Marguerite Duras
Livrinhos de Teatro nº 115 Artistas Unidos/Cotovia

Livraria online »»

Subscrever Newsletter