À ESPERA DE GODOT de Samuel Beckett

a_espera_godot_b À ESPERA DE GODOT de Samuel Beckett
Tradução
José Maria Vieira Mendes Com Miguel Borges, Luís Elgris, Cláudio da Silva, João Garcia Miguel e Guilherme Duarte Cenografia e figurinos Rita Lopes Alves, Isabel Nogueira e Ana Paula Rocha com a colaboração de José Manuel Reis Luz Pedro Domingos Encenação João Fiadeiro assistido por Jorge Cruz e Marie Mignot
Uma produção Re.Al / Artistas Unidos

Estreia Espaço A Capital/ Teatro Paulo Claro 18 de Maio de 2000

O texto está publicado nas Edições Cotovia

"POZZO: Pensavam que eu era o Godot.
ESTRAGON: Não senhor, nunca nos passou pela cabeça
POZZO: Quem é que ele é?
VLADIMIR: Bom, é um... é uma espécie de conhecido.
ESTRAGON: Não é nada, mal o conhecemos.
VLADIMIR: Claro... não o conhecemos lá muito bem... mas de qualquer das formas...
ESTRAGON: Eu se o visse nem sequer o reconhecia"
Samuel Beckett,
À Espera de Godot

Viver o nada como se de tudo tratasse...

a_espera_godot_aApós cinco anos de uma estreita colaboração nas produções dos Artistas Unidos, a possibilidade de encenar Beckett acontece de uma forma bastante natural. Não é a primeira vez que um "frente a frente" com a palavra se proporciona e por duas vezes esse encontro esteve eminente: a primeira com Bartleby de Herman Melville e a segunda com uma adaptação do Jorge Silva Melo ao poema de Virgílio A Eneida. Por diversas razões essas possibilidades não se consumaram mas à terceira é de vez e aqui estou eu para me confrontar, compreender e aprender com este "mestre do vazio" que é Samuel Beckett. À Espera de Godot é uma história sobre "dois gajos que estão à espera de outro que nunca mais chega". É assim que Gregory Mosher, um importante encenador Beckettiano, resume Godot. E continua, dizendo que "o que faz de Beckett tão poderoso é exactamente a sua habilidade para condensar a experiência de um século apocalíptico dentro de uma história simples. Ele comprime o universo num átomo, que depois explode na nossa imaginação". Em À Espera de Godot espera-se por nada e esse nada, é o que de facto existe. O resto, o tudo, são as palavras, as coisas e as pessoas para as quais (e de quais) elas falam. E essas são o que são. Estão lá e existem por si só. Servem para realçar o contrário. Servem para dar sentido ao medo que sentimos quando não sentimos o sentido das coisas. Servem para nos lembrar de que entre elas (e entre elas e as coisas) existe esse enorme e poderoso vazio, cheio de tudo e de nada, que desconhecemos e imaginamos, que antecipamos e receamos e que, inútil e insistentemente, procuramos compreender."
João Fiadeiro

Teatro da Politécnica

retrato prog RETRATO DE MULHER ÁRABE QUE OLHA O MAR
de 31 de Outubro a 8 de Dezembro
oteatro joaovieira prog VOLTAR A VER O JOÃO (VIEIRA)
de 31 de Outubro a 8 de Dezembro

Bilheteira

3ª a Sáb. das 17h00 até ao final do espectáculo

Preços:
Normal | 10 Euros
Descontos | estudantes | – 30 | + 65 | Grupos >10 | Protocolos | Profissionais do espectáculo | Dia do espectador (3ª) - 6 Euros

Bilhetes à venda

No Teatro da Politécnica, Reservas | 961960281, www.bol.pt, Fnac, Worten, CTT, El Corte Inglês, Pousadas da Juventude, Serveasy, Pagaqui. Para INFORMAÇÕES/RESERVAS: Ligue 1820 (24 horas).

E fora da Politécnica

DO ALTO DA PONTE 2 prog DO ALTO DA PONTE
No Teatro Municipal de Vila Real a 19 de Outubro
No Teatro Municipal de Bragança a 27 de Outubro
Em Ponte de Lima, no Teatro Diogo Bernardes a 3 de Novembro
No Teatro Nacional de S. João de 8 a 25 de Novembro
No Teatro Aveirense a 30 de Novembro
Na Póvoa de Varzim, no Cine-Teatro Garret a 1 de Dezembro
No S. Luiz Teatro Municipal de 10 a 27 de Janeiro de 2019
Em Faro, no Teatro das Figuras a 31 de Janeiro de 2019
No Teatro Municipal de Almada a 9 e 10 de Fevereiro de 2019
Em Setúbal, no Fórum Municipal Luísa Todi a 16 de Fevereiro de 2019
Em Viana do Castelo, no Teatro Municipal Sá de Miranda a 16 de Março de 2019
fernando lemos prog FERNANDO LEMOS. Como, não é retrato?
Em Coimbra, no Caminhos Film Festival, Mini-Auditório Salgado Zenha a 30 de Novembro, às 18h00

EM VOZ ALTA prog EM VOZ ALTA os nossos poetas
a voz dos poetas prog A VOZ DOS POETAS
12 de Novembro Luís Vaz de Camões por Jorge Silva Melo
Biblioteca da Imprensa Nacional (Rua da Escola Politécnica)

Livrinhos de Teatro

assinaturas2019

Assinaturas Livrinhos de Teatro 2019

Assinar »»

Subscrever Newsletter