JOSÉ DE GUIMARÃES

Nasceu no dia 25 de Novembro de 1939 em Guimarães. Em 1957, ingressou na Academia Militar, arma de Engenharia, tendo complementado os seus estudos universitários na cidade de Lisboa, licenciando-se em Engenharia no ano de 1965.
Nos últimos anos da década de 50, obtém bases técnicas, que se juntam ao seu talento natural, através de lições de pintura com Teresa de Sousa, de desenho com Gil Teixeira Lopes e ainda de gravura na Sociedade Cooperativa de Gravadores Portugueses.
A criação do seu próprio código imagético é auxiliada por viagens pelos principais centros estetas da Europa. Entre 1967 e 1974, permanece em Angola, numa comissão de serviço militar. Oportunidade de encontro com uma cultura que iria marcar profundamente a sua vida artística. Em 1968, publica o manifesto «Arte Perturbadora!».
Além das exposições realizadas em território nacional, expõe na Bélgica, por diversas vezes, nomeadamente nas cidades de Gand, Antuérpia, Kumrne, Malines, Child, Saint-Martine e Ostende. Surgem frequentes referências à sua obra na Europa, nos Estados Unidos da América, Brasil e Canadá, assim como numerosos artigos em jornais de arte.
No ano 1979, em Antuérpia, é editado um livro sobre a sua obra, com textos de Marcel van Jole, José Augusto-França, Remi de Cnodder, Fernando Pernes, entre outros.
Na década de 80, o seu trabalho é reconhecido internacionalmente e não só participa em exposições como vê serem editados livros sobre a sua obra, escritos por famosos críticos de Arte como Salette Tavares, Álvaro de Magalhães, Cesário Rodrigues-Aquilera, Fernando de Azevedo, José Augusto-França, Fernando Pernes, entre outros.
Em 1990 é-lhe concedido pelo então Presidente da República Portuguesa, Mário Soares, o grau de Comendador da Ordem do Infante D. Henrique.
Hoje pode verificar-se que o seu percurso reflecte, cada vez mais, uma vocação de formas e figuras com acentuado pendor cosmopolita. A sua obra tem colhido inspiração na arte tradicional de outras culturas, com destaque para a China e sobretudo para o México.

Prémios

1965 - 2º Prémio de Gravura, Estoril
1967 - 1º Prémio: Gravura, Universidade de Luanda
1967 - 1º Prémio: Gravura, Cidade de Luanda
1968 - 1º Prémio: Gravura, Cidade de Luanda
1977 - Menção Honrosa: Exposição Nacional de Gravura, Lisboa
1978 - Medalha de bronze: Prémio Europeu de Pintura, Ostende, Bélgica
1980 - Prémio de Aquisição do Júri do Salão do Pequeno Formato, Lisboa
1984 - Prémio Orwell
1984 - Centro de Arte Moderna, Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa
1986 - Grande Prémio: 9ª Exposição Bienal de Artes Plásticas, Barcelona
1988 - Prémio de Selecção Bienal de Escultura de Óbidos
1989 - Medalha de Mérito Artístico da Cidade de Guimarães
1989 - Premiado com a encomenda de um monumento ao ar livre para a «Universidade de Guimarães»
1990
- Condecorado pelo Presidente da República Portuguesa com a Ordem do «Infante D.Henrique»
1991 - Prémio Olímpico Internacional «Desporto e Arte»
1992
- Prémio de Artes Plásticas da AICA, Lisboa
1994 - Homenageado pelo Canal Cultural de Televisão, ARTE, com a exibição do filme sobre a sua obra «Je vis cette vie magnifique dans mon atelier», realizado por Erwin Leiser.

Exposições individuais

1964 - Galeria Convívio, Guimarães
- Sociedade Nacional de Belas Artes (SNBA)
1968 - Museu de Angola, Luanda
1969 - Galeria Convívio, Guimarães Galeria Árvore, Porto
1972 - Galeria do CITA, Luanda
1973 - Galeria Dinastia, Lisboa
1974 - Galeria Dinastia, Porto
1975 - Galeria Dinastia, Lisboa
- Galeria Dinastia, Porto
- Galeria Convívio, Guimarães
1976 - Galeria Módulo, Porto
1977 - Galerie De Groelard, Schilde
- Centre Culturel d'Outremeuse, Liège
- Galerie Marcel Pieters, Latem
- Galerie VECU, Antuérpia
1978 - Museu da Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa.
- Galeria Dinastia, Lisboa
- Museu Nacional Soares dos Reis, Porto
- Centro de Arte Contemporânea
- Museu de Angra do Heroísmo, Angra do Heroísmo, Açores
- Galeria De Groerlard, Shilde SNBA, Lisboa
1979 - Museu Martins Sarmento, Guimarães
- Galerie Maeyaert, Ostende
- Galerie Le Soleil dans la Tête, Paris
- Galeria Sfinx, Antuérpia.
1980 - Galeria 111, Lisboa
- Galerie G, I.N., Amesterdão
- Galerie VECU, Antuérpia
- Teatro Municipal do Funchal, Funchal, Madeira
1981 - Palácio da Cultura, Rio de Janeiro
Palácio das Artes, Belo Horizonte
-Fundação Cultural, Brasília
- Galerie Bernard Weber, Mannheim
- Galeria da Faculdade Manuel da Nobrega, S.Paulo
- Galerie Archevêché, Rouen.
- Galeria da Câmara Municipal da Amadora, Amadora
1982 - Galeria Espaço Aberto, Coimbra
- Galeria Quetzal, Funchal, Madeira
- Centro Cultural de S:Lourenço, Almansil
- Museu Martins Sarmento, Guimarães
- Galerie Toni Brechbuhl, Grenchen
1983 - Galleria Del Naviglio, Milão
- Galerie L ́Oeil de Boeuf, Paris
- FIAC Grand Palais, Paris
- Galeria Juana Mordó, Madrid
- Galeria Árvore, Porto
1984 - Palais de Beaux-Arts, Bruxelas
- Galeria René Metras, Barcelona
- Fondation Veranneman, Kruishoutem
1985 - Art Basel, Basel
- Centro Cultural de S.Lourenço, Almansil
1986 - ARCO, Madrid
- Museu Alberto Sampaio, Guimarães
- Centro Cultural de S.Lourenço, Almansil
- Galleria Del Naviglio, Milão
- Galerie Kass-Weiss, Stuttgart
1987 - FORUM, Zurich
- Centro Cultural de S.Lourenço, Almansil
- FIAC Grand Palais, Paris
- Centre Culturel Portugais, Paris
- LINEART, Ghent
- Fondation Veranneman, Kruishoutem
1988 - ARCO, Madrid
- Galerie Kass-Weiss, Stuttgart
- Galleria Del Naviglio, Veneza
- Galeria René Metras, Barcelona
- Internacional Contemporany Art Fair, Los Angeles
1989 - Galeria Módulo, Lisboa
- Chicago International Art Exposition, Chicago
- Internation Art Fair, Basel
- Paul Schulz, Flein (Heilbronn)
- Fuji Television Gallery, Tóquio
- Internacional Contemporany Art Fair, Los Angeles
1990 - Stockholm Art Fair, Estocolmo
- Galerie Academia Salzburg-Residenz
- Goldman-Kraft Gallery, Chicago
- Galeria J.M.Gomes Alves, Guimarães
- Centro Cultural de S.Lourenço, Almansil
1991 - Salon de Mars, Paris
- Galeria Módulo, Lisboa
- Galeria 5, Coimbra
- Fondation Veranneman, Kruishoutem
- Bunkamura Museum Art Gallery, Shibuya, Tóquio
- Galerie Catherine Clerc, Lausanne
1992 - "Exposição Retrospectiva 1962-1992", Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa, e Fundação de Serralves, Porto
- "Exposição Retrospectiva da Obra Grafica 1962-1991", Palácio Galveias, Lisboa
- Galeria Rene Metras, Barcelona
- Palácio Nacional de Sintra, Sintra
- Paço dos Duques de Bragança, Guimarães
- Galleria Del Naviglio, Milão
- Galeria J. M. Gomes Alves, Guimarães
- Galeria das Tapeçarias de Portalegre, Lisboa
1993 - “Viagem do Artista", Convento do Beato, Lisboa
- ARCO, Madrid
- Galleria del Naviglio, Milão
- Galeria Atlântica, Porto
- Musée d'Art Contemporain, Angoulême, França
- Musée du Papier, Angoulême, França
- Galleria del Naviglio, Veneza
- Universidade Católica, Santiago do Chile
1994 - Galeria Michael Schultz, Berlim
- Leal Senado, Macau
- Hong Kong Arts Centre, Hong Kong
- Museu Yan Huang, Pequim
- Centro Cultural de São Lourenço, Almansil
- Galerie Michael Domberger, Filderstadt
- Galeria Quadrado Azul, Porto
1995 - Galeria René Metras, Barcelona
- Art Frankfurt, Galerie Michael Schul, Frankfurt
- Casa Fernando Pessoa, Lisboa
- Galeria J. M. Gomes Alves, Guimarães
1996 - Galeria Michael Schultz, Berlim
- Fondation Veranneman, Kruishoutem
- FIAC, Paris
- Galeria Fernando Santos, Lisboa e Porto
1997 - Galeria Maeght
- ARCO, Madrid
- Museo de Arte Moderno, Cidade do México
- Museo Nacional de la Estampa, Cidade do México
- Galeria Maeght, Barcelona
1998 - Convento do Beato, (Semana Cultural Alemã) Lisboa
- Centro Cultural de São Lourenço, Almansil
- Galeria Neupergama, Torres Novas
- Galeria Michael Schultz, Berlim
- Instituto Camões, Paris
1999 - Câmara Municipal de Estarreja, Estarreja
- Galeria João Graça, Lisboa
2000 - Instituto Camões, Paris
- Biblioteca Nacional, Lisboa
- Galeria de Exposições da Câmara Muni1cipal de Tomar, Tomar
- Museu de Évora, Évora
2001 - Museum Wurth, Kunzelsau
- Galeria J.M. Gomes Alves, Guimarães
- Museu Alberto Sampaio, Guimarães
- Seoul Hilton Gallery/ Fondation Akemi, Seoul, Coreia
- Cordoaria Nacional, Lisboa
2004 - Sociedade Nacional de Belas-Artes de Lisboa organiza a exposição Impérios do Fim.
2005 - A Fundação Cultural do SESI de São Paulo dedicou-lhe uma exposição antológica com o título “O Imaginário de José de Guimarães”.

Teatro da Politécnica

pista prog ARTISTA DO MÊS
Luísa Abreu
SÉRGIO POMBO AGORA prog SÉRGIO POMBO AGORA
de 18 de Abril a 3 de Junho
o cinema 5 prog O CINEMA
de 3 de Maio a 3 de Junho

Bilheteira

3ª a Sáb. das 17h00 até ao final do espectáculo

Preços:
Normal | 10 Euros
Descontos | estudantes | – 30 | + 65 | Grupos >10 | Protocolos | Profissionais do espectáculo | Dia do espectador (3ª) - 6 Euros

Bilhetes à venda

No Teatro da Politécnica, Reservas | 961960281, www.ticketline.sapo.pt, Fnac, Worten, C. C. Dolce Vita, El Corte Inglês, Casino Lisboa, Galeria Comercial Campo Pequeno, Lojas Viagens Abreu e INFORMAÇÕES/RESERVAS: Ligue 1820 (24 horas).

E fora da Politécnica

na margem de la prog NA MARGEM DE LÁ - UM LAMENTO
Na Sala Estúdio do Teatro Nacional D. Maria II de 25 a 28 de Maio
jardim zoologico de vidro 10 prog JARDIM ZOOLÓGICO DE VIDRO
Em Castelo Branco, no Cine-Teatro Avenida, a 16 de Junho às 18h30
Na Póvoa de Varzim, no Cine-Teatro Garrett, 3 de Junho às 22h00

Livrinhos de Teatro

capa103 FARMÁCIA DE SERVIÇO e outras peças em um acto
de Eduardo de Filippo
Livrinhos de Teatro nº 103 Artistas Unidos / Cotovia
Livraria online »»

Subscrever Newsletter