AOS QUE NASCEREM DEPOIS DE NÓS - CANÇÕES DO POBRE BB

cancoes_do_bb_a AOS QUE NASCEREM DEPOIS DE NÓS - CANÇÕES DO POBRE BB de Bertolt Brecht
Texto Bertolt Brecht Tradução João Barrento Com Lia Gama , Jorge Palma, Manuel Wiborg, Miguel Borges, Pedro Assis, Bruno Bravo e João Meireles Cenografia e figurinos Rita Lopes Alves assistida por Ana Paula Rocha e José Manuel Reis Direcção cénica Jorge Silva Melo
Construção Fernando Nobre Execução do cenário Equipa Técnica da CTB / TC Luz Pedro Domingos Som Filipe Leite Música Kurt Weill, Bertolt Brecht, Hans Eisler e Jorge Palma Direcção musical Jorge Palma Músicos Carlos Barrento, Greg Moore, Rui Alves e Paulo Gaspar Repetidor João Aboim Produção Isabel Muñoz Cardoso e Luz da Câmara Secretária de produção Helena Barros Adida de imprensa Ivone Costa
Uma co-produção Artistas Unidos / Companhia de Teatro de Braga

Estreia Festival Internacional de Teatro de Almada, 17 de Julho de 1998.

E foi com a curiosidade de ver trabalhar um artista tão sensível e original como o Jorge Palma, de voltar a ter connosco a minha muito querida Lia Gama e a sua enorme inteligência dramática e de meter no barco cinco rapazes dos que de mais perto comigo nestes anos têm trabalhado que parti para este espectáculo que não sei fazer e isso é bom.
[.]
cancoes_do_bb_bMas como voltar a dar a estas canções aquilo que as fez nascer, a rudeza que, com o tempo e as gravações digitais, as orquestrações à Broadway e a sofisticação pequeno-burguesa dos anos 80 foram perdendo? Como voltar a ouvi-las herdeiras de Aristide Bruant e do rumor sanguinolento das canções que nasceram com as batalhas da Comuna de Paris? Foi por isso, para voltar a ouvi-las na sua ingenuidade e grandeza, que colocámos no centro do espectáculo duas músicas do jovem Brecht que à guitarra se acompanhava nas noites de Munique anos 10, imitando Wedekind, escrevendo à Karl Valentin. A Balada do Soldado Morto e o Coral do Grande Baal aí estão no coração da noite de hoje como fonte dessa insubmissão que o som dos anos mais recentes foi lavando com o cor-de-rosa dos sabonetes e o consenso suavemente simbolista das "democracias".
Jorge Silva Melo

Igualmente impecáveis estiveram os músicos. Para Além de Jorge Palma, ao piano e na guitarra eléctrica, o desempenho instrumental esteve a cargo de Carlos Barreto, Rui Alves, Paulo Gaspar, Jacinto Santos e o mentor dos Ena Pá 2000, Manuel João Vieira. E depois... E depois houve Lia Gama. Um Anjo Azul. Josef Von Sterberg, se fosse vivo e estivesse entre a esgotada plateia, havia de pensar estar defronte de uma encarnação de Marlene Dietrich.
João Miguel Tavares
Diário de Notícias, Setembro 1998

Teatro da Politécnica

Bilheteira

3ª a Sáb. das 17h00 até ao final do espectáculo

Preços:
Normal | 10 Euros
Descontos | estudantes | – 30 | + 65 | Grupos >10 | Protocolos | Profissionais do espectáculo | Dia do espectador (3ª) - 6 Euros

Bilhetes à venda

No Teatro da Politécnica, Reservas | 961960281, www.ticketline.sapo.pt, Fnac, Worten, C. C. Dolce Vita, El Corte Inglês, Casino Lisboa, Galeria Comercial Campo Pequeno, Lojas Viagens Abreu e INFORMAÇÕES/RESERVAS: Ligue 1820 (24 horas).

E fora da Politécnica

jardim zoologico de vidro 10 prog JARDIM ZOOLÓGICO DE VIDRO
Em Estarreja, no Cine-Teatro de Estarreja a 2 de Dezembro
Em Ponte de Lima, no Teatro Diogo Bernardes a 8 de Dezembro
a voz dos poetas prog A VOZ DOS POETAS
Na Biblioteca da Imprensa Nacional
5 de Fevereiro de 2018: Alberto de Lacerda por Jorge Silva Melo e Nuno
2 de Abril de 2018: Adolfo Casais Monteiro por Jorge Silva Melo e Luís Lucas
9 de Maio de 2018: Gomes Leal por Jorge Silva Melo e Manuel Wiborg
a arte em imagens 1 A ARTE DAS IMAGENS
De janeiro de 2017 a janeiro de 2018 nos primeiros domingos de cada mês, às 15h30, a Fundação Arpad Szenes - Vieira da Silva exibe os filmes produzidos pelos Artistas Unidos sobre artistas plásticos.

Livrinhos de Teatro

assinaturas 2018 fundo

Assinaturas Livrinhos de Teatro 2018

Assinar »»

Subscrever Newsletter