DIMÍTRIS DIMITRIÁDIS

Nasceu em 1944, em Salónica, na Grécia. Fez estudos de teatro e de cinema, em Bruxelas, de 1963 a 1968. Na capital belga, em 1965-66, escreve a sua primeira peça de teatro O preço da revolta no mercado negro, levada à cena, em 1968, no Théâtre de la Commune d’Aubervilliers, com encenação de Patrice Chéreau. No ano de 1978 foi publicada a sua primeira narrativa Morro como país, em 1980, uma primeira série poética intitulada Catálogos 1-4 e, em 1983, outra peça de teatro, A nova Igreja do Sangue. Seguem-se: A oferenda - A Humanoidade, preâmbulo a um milénio (ficção narrativa, 1986), Catálogos 5-8 (poesia, 1986), A elevação (teatro, 1990), A desconhecida harmonia do outro século (teatro, 1992), Catálogos 9, As definições (poesia, 1994), O princípio da vida (teatro, 1995, levado à cena, nesse mesmo ano, por S. Lazarídis, no Teatro do Sul, na Grécia), Oblívio e mais quatro monólogos (2000, o monólogo Oblívio foi levado à cena, em Paris, no Petit-Odéon, por Jean-Christophe Bailly, em 2001 no Teatro de Bobigny, por Anne Dimitriadis e em 2002, no Teatro Attis, em Atenas, por Theodor Terzópulos), A vertigem dos animais antes do abate (2000, teatro, peça que foi levada à cena, no Teatro do Sul, por G.Churvardas nesse ano, sendo publicada no ano de 2002, em língua francesa, por “Les Solitaires Intempestifs”), Catálogos 10-12 (poesia, 2002), Humanoidade 1 - Um infindável milénio e Humanoidade 7- Um infindável milénio (ficção narrativa, 2002, Prémio Nacional de Romance, na Grécia, em 2003), Procedimentos de Regularização de Diferenças (2003, teatro, obra representada no Teatro do Sul, com encenação de Guiórgos Lanthimos). Em 2003, Morro como país foi representado no “Théâtre du Rond-Point”, em Paris, com encenação de Yannis Kokkos, e em Florença, no “Teatro della Limonaia”, as obras Morro como país e A Vertigem dos Animais Antes do Abate. Traduziu inúmeros autores, de Genet a Koltés. Desde 1980, é colaborador da Edições Agra, em Atenas, editora responsável pela publicação da maioria das suas criações literárias e traduções.

Do autor nos Livrinhos de Teatro:
A Vertigem dos Animais Antes do Abate/ Morro como País/ Procedimentos de Regularização de Diferenças/ O.I.H
(nº 18)

Nas Revistas Artistas Unidos:
O irrespeito pelos limites é necessário - entrevista por Dímitra Kondiláki (Revista nº 19)
Dimítris Dimitriádis ou desejo do texto - por Dímitra Kondiláki (Revista nº 19)
Oblívio
(Revista nº 19)

Teatro da Politécnica

Bilheteira

3ª a Sáb. das 17h00 até ao final do espectáculo

Preços:
Normal | 10 Euros
Descontos | estudantes | – 30 | + 65 | Grupos >10 | Protocolos | Profissionais do espectáculo | Dia do espectador (3ª) - 6 Euros

Bilhetes à venda

No Teatro da Politécnica, Reservas | 961960281, www.ticketline.sapo.pt, Fnac, Worten, C. C. Dolce Vita, El Corte Inglês, Casino Lisboa, Galeria Comercial Campo Pequeno, Lojas Viagens Abreu e INFORMAÇÕES/RESERVAS: Ligue 1820 (24 horas).

E fora da Politécnica

jardim zoologico de vidro 10 prog JARDIM ZOOLÓGICO DE VIDRO
Em Ponte de Lima, no Teatro Diogo Bernardes a 8 de Dezembro
a voz dos poetas prog A VOZ DOS POETAS
Na Biblioteca da Imprensa Nacional
5 de Fevereiro de 2018: Alberto de Lacerda por Jorge Silva Melo e Nuno
2 de Abril de 2018: Adolfo Casais Monteiro por Jorge Silva Melo e Luís Lucas
9 de Maio de 2018: Gomes Leal por Jorge Silva Melo e Manuel Wiborg
a arte em imagens 1 A ARTE DAS IMAGENS
De janeiro de 2017 a janeiro de 2018 nos primeiros domingos de cada mês, às 15h30, a Fundação Arpad Szenes - Vieira da Silva exibe os filmes produzidos pelos Artistas Unidos sobre artistas plásticos.

Livrinhos de Teatro

assinaturas 2018 fundo

Assinaturas Livrinhos de Teatro 2018

Assinar »»

Subscrever Newsletter