MANUEL GUSMÃO

manuel_gusmaoNasceu em Évora (1945). É professor catedrático (aposentado desde 2006), ensaísta e crítico, poeta e tradutor de poesia. Licenciou-se em Filologia Românica com uma dissertação sobre os poemas dramáticos de Fernando Pessoa e doutorou-se com uma tese sobre a poesia e a poética de Francis Ponge. Enquanto universitário trabalhou nas Literaturas portuguesa e francesa, em Literatura Comparada (estudos interartes) e Teoria Literária. Foi redactor das revistas Letras e Artes e O Tempo e o Modo e colaborador permanente do jornal Crítica. Foi fundador das revistas Ariane (do Grupo Universitário de Estudos de Literatura Francesa) e Dedalus (da Associação Portuguesa de Literatura Comparada). Actualmente, é coordenador da revista Vértice (desde 1988), Publicou regularmente crítica literária no suplemento Ípsilon do jornal Público, durante 2007 Publicou ensaios ou prefaciou obras de Fernando Pessoa, Gastão Cruz, Carlos de Oliveira, Herberto Helder, Sophia de Mello Breyner Andresen, Luiza Neto Jorge, Ruy Belo, Armando Silva Carvalho e Fernando Assis Pacheco; Almeida Faria, Maria Velho da Costa, Nuno Bragança, Maria Gabriela Llansol, Luís de Sousa Costa e José Saramago. Foi deputado pelo PCP à Assembleia Constituinte. E durante uma parte da 1 legislatura da Assembleia a República. É membro do Comité Central e foi mandatário pelos comunistas portugueses ao Parlamento Europeu em 2004.

POESIA
Dois Sóis A Rosa/ a arquitectura do mundo, Editorial Caminho, 1990; 2ª ed. 2005
Mapas/ O Assombro A Sombra, Editorial Caminho, 1996; 2ªed. 2000
Teatros do tempo, Ed. Caminho, 2001, 3ª ed. 2002
Os Dias Levantados ( libreto para a ópera homónima de António Pinho Vargas, Teatro Nacional de São Carlos, 1998), ed. Revista e ampliada, Editorial Caminho, 2002
migrações do fogo, Editorial Caminho, 2004, 2ª ed. 2004
A Terceira Mão, Editorial Caminho, 2008 (Prémio Pen Clube Português, Poesia, 2009; Grande Prémio de Literatura, DST, 2009)

TRADUÇÃO DE POESIA
Calderón de la Barca, A vida é Sonho, Editorial Estampa/ Seara Nova, 1973
Francis Ponge, Alguns poemas, Cotovia, 1996

SOBRE POESIA e LITERATURA
A Poesia de Carlos de Oliveira, Seara Nova/Comunicação, 1981; O Poema Impossível: O “Fausto” de Pessoa, Editorial Caminho, 1986; A Poesia de Alberto Caeiro, Comunicação, 1986; Poemas de Ricardo Reis, Comunicação, 1991 .
Finisterra. O Trabalho do Fim: recitar a Origem, Angelus Novus, 2009
Tatuagem & Palimpsesto. Da poesia em alguns poetas e poemas, Assírio & Alvim, 2010
Uma Razão Dialógica. Ensaios sobre literatura, a sua experiência do humano e a sua teoria. Edições Avante!, 2011.

Nos Artistas Unidos:
2004 - NÃO POSSO ADIAR O CORAÇÃO (Assembleia da República).
2011 - DA REPÚBLICA E DAS GENTES de Manuel Gusmão e Jorge Silva Melo (TNDM II).

Teatro da Politécnica

pista prog ARTISTA DO MÊS
Luísa Abreu
SÉRGIO POMBO AGORA prog SÉRGIO POMBO AGORA
de 18 de Abril a 3 de Junho
o cinema 5 prog O CINEMA
de 3 de Maio a 3 de Junho

Bilheteira

3ª a Sáb. das 17h00 até ao final do espectáculo

Preços:
Normal | 10 Euros
Descontos | estudantes | – 30 | + 65 | Grupos >10 | Protocolos | Profissionais do espectáculo | Dia do espectador (3ª) - 6 Euros

Bilhetes à venda

No Teatro da Politécnica, Reservas | 961960281, www.ticketline.sapo.pt, Fnac, Worten, C. C. Dolce Vita, El Corte Inglês, Casino Lisboa, Galeria Comercial Campo Pequeno, Lojas Viagens Abreu e INFORMAÇÕES/RESERVAS: Ligue 1820 (24 horas).

E fora da Politécnica

na margem de la prog NA MARGEM DE LÁ - UM LAMENTO
Na Sala Estúdio do Teatro Nacional D. Maria II de 25 a 28 de Maio
jardim zoologico de vidro 10 prog JARDIM ZOOLÓGICO DE VIDRO
Em Castelo Branco, no Cine-Teatro Avenida, a 16 de Junho às 18h30
Na Póvoa de Varzim, no Cine-Teatro Garrett, 3 de Junho às 22h00

Livrinhos de Teatro

capa103 FARMÁCIA DE SERVIÇO e outras peças em um acto
de Eduardo de Filippo
Livrinhos de Teatro nº 103 Artistas Unidos / Cotovia
Livraria online »»

Subscrever Newsletter