DAVID HARROWER

david_harrowerNasceu em 1966 em Edimburgo. Vive e trabalha em Glasgow. A sua primeira peça, Facas nas Galinhas, foi estreada em 1995, uma co-produção do Bush Theatre e Traverse Theatre, com encenação de Philip Howard e rapidamente obteve sucesso nos mais importantes palcos europeus. "Nunca tinha ido ao teatro, não tinha dinheiro", declarou Harrower, que ganhava a vida como estafeta e a lavar pratos. A sua segunda peça, Matem os Velhos Torturem-lhes as Crias estreou em 1999 (encenação de Philip Howard) também no Traverse Theatre e nasceu de uma vontade de "escrever uma peça sobre a Escócia". É autor de várias adaptações, tais como The Chrysalids, a partir do romance de John Wyndham em 1999, Seis Personagens à Procura de Um Autor de Pirandello, Ivanov de Tchekhov, Woyzeck de Büchner, Maria Stuart de Schiller, O Inspector de Gogol, A Alma Boa de Zé-Chuão de Brecht, Contos do Bosque Vienense de Horváth, entre outras. Assinou as versões inglesas de A Rapariga no Sofá e de Lilás de Jon Fosse. Em 2003 estreou Dark Earth no Traverse Theatre, e em 2005 obteve enorme sucesso com Blackbird produzida pelo Edinburgh International Festival, e dirigida por Peter Stein com carreira posterior no West End de Londres (Olivier Award para melhor peça do ano) e nas principais capitais. Blackbird foi produzida no Teatro Nacional D. Maria II em 2010, com direcção de Tiago Guedes. Em 2008, Harrower escreveu 365, dirigida por Vicky Featherstone, e, em 2009, Sweet Nothings. De 2011 são três peças, Daylong, Calum´s Road e Slow Air que estreou no Tron Theatre de Glasgow com direcção sua. David Harrower esteve em Lisboa, onde assistiu a uma representação de Facas nas Galinhas n' A Capital em 12 de Janeiro de 2001. Facas nas Galinhas foi produzida no Teatro dos Aloés em 2009, com encenação de José Peixoto

Noutros Editores:
Blackbird (Bicho do Mato)

Nas Revistas Artistas Unidos:
Há um segredo no coração de cada cena (Revista nº 4)
Facas nas Galinhas
(Revista nº 4)
Matem os Velhos Torturem-lhes as Crias
(Revista nº 6)
Presença
(Revista nº 6)
O Teatro que veio da Escócia: Mesa redonda n’a Capital durante as leituras de teatro escocês contemporâneo (com o autor e Katherine Mendelsohn, Stephen Greenhorn, David Greig e Duncan McLean) (Revista nº 7)

Nos Artistas Unidos:
2000
- FACAS NAS GALINHAS um trabalho de Joana Bárcia, Paulo Claro e Américo Silva com a colaboração de Jorge Silva Melo (Glória do Ribatejo / A Capital Teatro Paulo Claro)
2001 - LEITURAS O TEATRO QUE VEM DA ESCÓCIA
2002 - SEMINÁRIO DO TRAVERSE THEATRE

Teatro da Politécnica

Bilheteira

3ª a Sáb. das 17h00 até ao final do espectáculo

Preços:
Normal | 10 Euros
Descontos | estudantes | – 30 | + 65 | Grupos >10 | Protocolos | Profissionais do espectáculo | Dia do espectador (3ª) - 6 Euros

Bilhetes à venda

No Teatro da Politécnica, Reservas | 961960281, www.ticketline.sapo.pt, Fnac, Worten, C. C. Dolce Vita, El Corte Inglês, Casino Lisboa, Galeria Comercial Campo Pequeno, Lojas Viagens Abreu e INFORMAÇÕES/RESERVAS: Ligue 1820 (24 horas).

E fora da Politécnica

O GRANDE DIA DA BATALHA prog O GRANDE DIA DA BATALHA variações sobre o ALBERGUE NOCTURNO de Máximo Gorki
No Teatro Nacional D. Maria II de 18 de Janeiro a 25 de Fevereiro
a voz dos poetas prog A VOZ DOS POETAS
Na Biblioteca da Imprensa Nacional
5 de Fevereiro de 2018: Alberto de Lacerda por Jorge Silva Melo e Nuno
2 de Abril de 2018: Adolfo Casais Monteiro por Jorge Silva Melo e Luís Lucas
9 de Maio de 2018: Gomes Leal por Jorge Silva Melo e Manuel Wiborg
a arte em imagens 1 A ARTE DAS IMAGENS
De janeiro de 2017 a janeiro de 2018 nos primeiros domingos de cada mês, às 15h30, a Fundação Arpad Szenes - Vieira da Silva exibe os filmes produzidos pelos Artistas Unidos sobre artistas plásticos.

Livrinhos de Teatro

assinaturas 2018 fundo

Assinaturas Livrinhos de Teatro 2018

Assinar »»

Subscrever Newsletter