TRAIÇÕES de Harold Pinter

traicoes_a TRAIÇÕES (Betrayal) de Harold Pinter
Tradução Berta Correia Ribeiro Com Gracinda Nave, Marco Delgado, Rogério Samora e Pedro Marques ou Vítor Correia Cenografia e figurinos de Rita Lopes Alves , Rosa Gonçalves e José Manuel Reis Luz Pedro Domingos Som André Pires Encenação Solveig Nordlund
Uma produção Solveig Nordlund/Artistas Unidos/ Centro Cultural de Belém

Estreia Centro Cultural de Belém, 12 de Julho de 2001

O texto está publicado no volume TEATRO II de Harold Pinter (Ed. Relógio d' Água ).

BETRAYAL streou no National Theatre de Londres no dia 15 de Novembro de 1978, com o seguinte elenco: Emma - Penelope Wilton; Jerry - Michael Gambon; Robert - Daniel Massey. Encenação de Peter Hall. Cenário de John Bury. Em Portugal estreou em 1979 com tradução de Berta Correia Ribeiro e Mário Jacques e encenação de João Vieira, com Lia Gama, Mário Jacques e Filipe Ferrer.

Quando Robert se casou com Emma, em 1962, o padrinho foi o traicoes_bseu maior amigo, Jerry. Mas uma ligação começará entre Jerry e Emma. O tratamento que Harold Pinter dá a esta banal história de adultério no meio literário e elegante é surpreendente: a história é contada para trás. As nove cenas do texto começam quando finalmente o casamento de Emma e Robert se desfaz, em 1977 e cena a cena recuamos até 1968, quando a relação terá começado. Estamos na preocupação maior deste teatro de Pinter: a memória.Aquilo que o interessa é a maneira como a passagem do tempo muda a nossa percepção de como se passaram as coisas e do que nós fomos - de quem nós fomos.

O que é que eu posso dizer sobre TRAIÇÕES? Eu fiz isso.
Harold Pinter

Há um assunto subtil e brilhante que atravessa o que poderia parecer um convencional triângulo sentimental. Pinter oferece-nos uma estrutura sinfónica de variações sobre o tema da traição que acaba por ser uma meditação sobre o inextricável novelo de mentiras que são as relações sociais dos membros daquele segmento da sociedade, a elite a que ele, Pinter, e os espectadores, pertencem.
Martin Esslin

Quando realizei o filme (com Jeremy Irons, Ben Kingsley e Patricia Hodge), eu estava sempre a tomar partido por uma personagem diferente. As vezes pensava em como Emma era fantástica ao conseguir relacionar-se com os dois homens. As vezes pensava:" como é que ela ousa?. Ia mudando. Porque a peça vai mudando. É um texto sobre a insegurança masculina perante esse enigma, esse enigma talvez destruidor chamado mulher.
David Jones

Teatro da Politécnica

pista prog ARTISTA DO MÊS
Luísa Abreu
SÉRGIO POMBO AGORA prog SÉRGIO POMBO AGORA
de 18 de Abril a 3 de Junho
o cinema 5 prog O CINEMA
de 3 de Maio a 3 de Junho

Bilheteira

3ª a Sáb. das 17h00 até ao final do espectáculo

Preços:
Normal | 10 Euros
Descontos | estudantes | – 30 | + 65 | Grupos >10 | Protocolos | Profissionais do espectáculo | Dia do espectador (3ª) - 6 Euros

Bilhetes à venda

No Teatro da Politécnica, Reservas | 961960281, www.ticketline.sapo.pt, Fnac, Worten, C. C. Dolce Vita, El Corte Inglês, Casino Lisboa, Galeria Comercial Campo Pequeno, Lojas Viagens Abreu e INFORMAÇÕES/RESERVAS: Ligue 1820 (24 horas).

E fora da Politécnica

na margem de la prog NA MARGEM DE LÁ - UM LAMENTO
Na Sala Estúdio do Teatro Nacional D. Maria II de 25 a 28 de Maio
jardim zoologico de vidro 10 prog JARDIM ZOOLÓGICO DE VIDRO
Em Castelo Branco, no Cine-Teatro Avenida, a 16 de Junho às 18h30
Na Póvoa de Varzim, no Cine-Teatro Garrett, 3 de Junho às 22h00

Livrinhos de Teatro

capa103 FARMÁCIA DE SERVIÇO e outras peças em um acto
de Eduardo de Filippo
Livrinhos de Teatro nº 103 Artistas Unidos / Cotovia
Livraria online »»

Subscrever Newsletter