PÍLADES

de Pier Paolo Pasolini

Detalhes

L23

  • 7,00 € IVA incluído

Tradução de Luiza Neto Jorge e Mário Feliciano
Livrinhos de Teatro nº 23. Artistas Unidos/ Livros Cotovia

Apesar do adensar dos episódios, do crescer das personagens (mas em Pasolini, tão avesso à intriga, também estes são sinais, pela negativa, muito eloquentes), Pílades é de uma extrema linearidade. Não apresenta novidade estrutural, é uma espécie de apêndice da Oresteia de Ésquilo (que Pasolini traduziu em 1960), mas o tom e o próprio ritmo da escrita são mais os de uma amarga e pessimista revisão do já acontecido, como se soubéssemos que o “tempo” nos “deixou para trás”.

Não existem comentários de momento.

Só utilizadores registados podem efectuar comentários